sexta-feira, 5 de agosto de 2016

O Rei te Chama

Ester 1 -  10. No sétimo dia de festa, quando o rei já estava eufórico por causa do vinho, ordenou aos sete oficiais que o serviam de perto: Meumã, Bizta, Harbona, Bigtá, Abagta, Zetar e Carcas, 11. que trouxessem à sua presença real a rainha Vasti, devidamente paramentada e usando a sua coroa real. Xerxes queria mostrar aos príncipes e a todo povo reunido o quanto a rainha era bela, e, de fato, era Vasti muito bonita. 12. Entretanto, quando os oficiais de confiança do rei transmitiram sua ordem à rainha Vasti, esta se recusou a ir, e o rei ficou repentinamente furioso e indignado. 
O rei Xerxes tinha mostrado durante seis dias de festa, quão poderoso ele era, quão majestoso era o seu reino, quão grandioso era o seu reinado...
Mas no sétimo dia chegou o ápice daquela festa, vejam  que sete é o número da perfeição de Deus, e o rei queria mostrar a Perfeição da sua glória e a sua glória era a sua amada rainha Vasti. Ele mandou que os sete eunucos fossem buscar aquilo que ele tinha de mais precioso, os sete eunucos representam a plenitude do Espírito Santo, ninguém senão o Espírito Santo para nos comunicar do chamado do Rei.
(Deus quer mostrar ao mundo a magnitude da sua igreja/noiva...)
Mas algo aconteceu no versículos 09, a amada rainha Vasti não quis atender ao chamado do rei...
Ester 1 -  9. Entrementes, a rainha Vasti, também ofereceu um banquete às mulheres, nas dependências do palácio do rei Xerxes. 
Vasti estava muito ocupada em sua festa particular, não deu ouvidos ao chamado do rei, era mais importante naquele momento atender aos seus convidados, era mais importante naquele momento atender ao seu ego, era mais importante naquele momento atender a sua vaidade...
(A igreja de hoje está muito ocupada com sua aparência, está muito ocupada com seu título, está muito ocupada com a sua prosperidade...)
A festa particular da igreja não pode ser interrompida, a festa tem que continuar. A igreja está competindo com a glória de Deus, mas Deus não divide a sua glória com ninguém...
Igreja... Deus te chama, dê ouvidos enquanto é tempo, o Espírito Santo te chama para introduzi-la na presença do rei!
Deus quer te ver adornada, vestida em toda sua majestade, não endureça teu coração não queira competir com o Rei.
A rainha Vasti se esqueceu que aquela festa só foi possível porque um dia o rei a escolheu, um dia o rei a adornou e lhe coroou, um dia ela esteve na presença do rei, um dia ela teve um relacionamento com ele, mas isso agora estava distante, pois as maravilhas daquele reino encheram os olhos da rainha, as companhias a levaram para longe do seu amado, o entretenimento ocupou todo o tempo disponível, os seus deveres reais tomaram toda a disponibilidade da rainha.
Aquela festa particular era mais importante do que estar com o seu amado, aquelas pessoas eram mais importante do que a presença do rei, do que satisfazer a vontade do seu amado.
Vasti não se importou com as consequências de se negar a um pedido do rei, estava deslumbrada com sua festa particular, estava deslumbrada com os elogios, com o luxo com as amizades, não se importou com o depois da festa...
O rei se decepcionou com sua rainha, o coração do rei sangrou ao ouvir dos seus eunucos que a rainha se recusara a estar  em sua presença, posso imaginar uma lágrima de dor caindo no canto do olho do rei, e em seu pensamento a desilusão de ver que tudo que ele investiu na sua amada, foi desprezado, foi jogado fora, a honra que ele reservou para ela não foi recíproca, a rainha não quis honrá-lo obedecendo ao seu chamado.
Quanto desalento, quanta dor, quanta decepção...
O Rei chama seus conselheiros e pergunta como ele pode punir tamanha falta de consideração da sua rainha, a ira tomou conta do coração do rei, onde havia amor e dedicação, agora só existia dor e decepção.
O ato de desobediência da rainha Vasti foi julgado com justiça, (pois Deus é amor, mas Ele também é justiça ) o Rei decretou que ela nunca mais fosse introduzida a presença do rei, e destituiu-a do título de rainha.
Toda a glória, todo o luxo, toda a riqueza foi arrancada de Vasti, mas de todos os tesouros que Vasti perdeu, o mais valioso foi a oportunidade de estar na presença do rei.
Por colunista convidada: Rose Rodrigues.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no facebook

Chat Online

Siga-nos no Twitter

Cadastre seu email para Receber as Novidades:

Recentes

recentposts