quarta-feira, 24 de agosto de 2016

PORTEIRAS: Conversas sobre a Solidão


(...) Solidão não é o mesmo que ficar sozinho. Ficar só é namorar a própria alma (...)
O poeta falou dela. Disse que é como estar diante de uma velha porteira. É que a porteira velha, numa estrada antiga, traz a ideia de que tem sempre alguém para chegar ou alguém para partir. A solidão é ausência de relações significativas porque foram embora e ficou o vazio de esperar.

Solidão não é o mesmo que ficar sozinho. Ficar só é namorar a própria alma. Pessoas plenas amam esse tipo de “solidão” porque têm para si confidências de si mesmo. Há que incluir aí a adoração. Todo adorador ama estar só. A solidão anda por um caminho diferente. É sentir-se só mesmo em meio à bulha. É de se ressaltar que a maioria dos solitários anda por entre as gentes, são fartos de vozes, de “tapinhas nas costas”, negociações. Estão nas famílias, nas empresas, nos templos, nos amores…

Estar só é uma dádiva. Só pode amar alguém quem conseguiu adentrar os silêncios desse alguém. Nunca se conhece uma pessoa na bulha. É mister navegar por seu silêncio. Deus é assim. Uma coisa é a sonoridade dos nossos cultos, outra bem diferente é o silêncio do Espírito Santo que investiga e se permite investigar por aquele que, profundamente, o queria conhecer.

A solidão é diferente. É dor. É ser consumido pela ausência de significados para alguém. Ninguém pode viver assim. A solidão devora o significado que se tem de si mesmo e é porteira aberta à depressão. O poeta disse que ela é amiga das horas. O tempo é longo para quem é solitário, porém, é curto para quem é pleno.

Muita coisa se tem inventado para driblar a solidão: baladas, prostituição, gritos… Bulhas sem fim. Só que ela é jogadora habilidosa e não se deixa driblar ou subornar. Passado tudo, porque todas as bulhas são efêmeras, ela fica, vem dormir na sua cama, está presente na mesa do café, quebra seus óculos, é insistente como visgo, nunca tira férias!

O que fazer com ela? Como tudo o que trafega pela alma, não há resposta fácil. É coisa complexa e paradoxal. Lembra-se da porteira? É a mais bela figura da solidão. É preciso compreendê-la, deixa-la aberta e lembrar que por ela se vão coisas e, também por ela, chegam outras coisas. Há duas dessas coisas a se considerar. A primeira é que solidão é coisa de gente. E, como tal, se cura com gente. Por isso a porteira se abre a uma estrada longa e antiga: o ser humano, com seus toques e cheiros, mesmo com toda a sua complexidade, é o caminho. A outra coisa é Deus. A solidão é coisa da alma. Por isso o Espírito Santo em sua intimidade pode, como ninguém, adentrar o silêncio obscuro da alma e nela imprimir calor e amor. Como diz o poeta, uma orquídea de fogo e lágrimas pode abrir a porteira da cura da solidão. Essas coisas são antigas como as velhas porteiras. Elas estão lá para mostrar o caminho do bálsamo a quem está, doridamente, só!

Colunista convidado Eliel Eugênio de Morais (pastor da IDB em Colorado do Oeste - RO. Atua como professor, palestrante e escritor. Tem quatro livros publicados: "Quando falam as flores" (romance), "O Crime de Guímel" (conto), "A teologia do Ipê cor das rosas" (crônicas), "Boneca de Vidro: um romance de passagem para sozinha".

7 comentários:

  1. Nós agradecemos pela confiança ... do Pastor escritor Eliel Eugênio, uma crônica que nos faz refletir em alguns conceitos importantes para a nossa singularidade.

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo texto! Inspiração divina. Deus continue abençoando. Esperamos por outras postagens.

    ResponderExcluir
  3. Amei! E sim esperamos por mais postagens Eliel Eugenio.

    ResponderExcluir
  4. ok pode deixar que vou falar com ele ... rs

    sobre o Ipê é muito linda ... rs

    ResponderExcluir
  5. maravilhoso texto!nos faz refletir ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pela participação ... em breve teremos mais!

      Indique e compartilhe a nossa página.

      Excluir

Curta nossa página no facebook

Chat Online

Siga-nos no Twitter

Cadastre seu email para Receber as Novidades:

Recentes

recentposts