sábado, 8 de outubro de 2016

Às vezes é preciso uma Montanha


Existem canções que parecem ter sido ditada pelo próprio Deus. Letra e melodia parecem que foram tecidas com um cuidado especial, para entonar-se em um momento especial da existência de alguém. Essa é minha experiência com essa canção que há algumas semanas vem tocando, com uma mensagem escatológica, a porta de meus abismos mais profundos. Que canção está tendo este poder? Intitula-se: “Sometimes it takes a mountain” de Gaither Vocal Band.

O refrão da canção diz: 
Às vezes é preciso uma montanha, às vezes um mar em tempestade, às vezes é preciso um deserto, para segurar-me forte a Ti. Mas Teu amor é muito mais forte que qualquer um dos meus problemas... Às vezes é preciso uma montanha para confiar e crer em Ti”. 
 Sobre a canção não há muito o que dizer, só escutá-la e deixar que sua letra te ajude a remar no meio da tempestade.

Em uma, de muitas vezes que ouvi-la, me lembrei com memória fotográfica o texto bíblico de Êxodo 19:2
 ...e chegaram  no deserto do Sinai, e acamparam no deserto, acampou ali Israel diante do monte”. 
Esta cena bíblica é praticamente paralela ao cântico, não sei se o autor a tinha em mente quando escreveu sua canção, não sei se pensava em Israel e em sua travessia pelo deserto, mas o paralelo é indiscutível.  O mar, o deserto e a montanha, são elementos comuns em ambas às composições.

Para quem acredita que sair do Egito sempre foi uma boa notícia para os hebreus, basta revisar alguns textos como Ex 14;11-12, 15:22-24, 17:3-4 e uma lista bem mais larga, para se dar conta do sofrimento, desânimo e descontentamento que foi para os hebreus saírem do Egito rumo a Canaã. A terra prometida estava praticamente na esquina, mas antes de possui-la era inevitável que o povo aprendesse a confiar em Jeová. O caminho da escravidão para a liberdade não seria simples, seria preciso cruzar um mar, entrar num deserto e encontrar com a montanha no Sinai.

 A península do Sinai não é só inóspita por seu clima extremo, tem também um trânsito complicado, pois a região é montanhosa e pedregosa. Tudo apontava para que as coisas saíssem mal desde o princípio. Não sei se foi pelo desespero da saída ou por estar mais preocupados em zoar as tropas egípcias, mas os hebreus não tomarão a melhor rota do Norte, que os levaria direto a Canaã beirando a costa oeste do Neguebe. Pelo contrario, desceram levemente pelo Sul e, como primeira consequência de seu mal direcionado plano de escape, se encontraram presos diante do mar de juncos. Com a ajuda de Deus conseguiram atravessar o mar, mas não corrigem seu curso, continuam presos e não veem com clareza seu objetivo, seguem avançando para o Sul e logo terão a frente a paisagem árida do deserto e suas rochosas montanhas.

A descrição que oferece o versículo dois é assustadora:
 “Chegaram ao deserto, se encontraram com o monte e armaram suas barracas”. 
Não pode haver cena mais vergonhosa contrária ao sonho cananeu. Deixaram suas casas egípcias despedindo-se de todos, decidindo-lhes que irão a um lugar onde mana leite e mel, para que uns dias depois se encontrem armando suas tendas no deserto, no meio do nada, sem água e sem esperanças, desejando as verduras, os frutos e todas as bondades do Nilo no Egito.

Mas então acontece algo extraordinário, uma decisão que mudaria por completo o significado de estar no deserto. Ai, no meio das rochas que queimavam as sandálias dos viajantes, e o pó que trazia o vento arábico, Moisés, o líder e responsável do extravio, sai da sua tenda, observa a montanha que esta na frente dele e do seu povo, aquela que impede seguir seu caminho, e começa a andar sobre ela. Alguns saíram de suas tendas, avisados pelas criaturas que viram ao inquestionável ancião avançar para o cume. Os que já tinham reclamado por causa da água amarga de Mara, agora por razões maiores ainda queriam voltar ao Egito quando viram a loucura de seu líder, que escalando com dificuldades continuava subindo. A esposa de Moisés sai para detê-lo, pois não tinha sentido subir a montanha, ela agarrou sua túnica e o repreendeu com raiva e vergonha:   - Moisés para onde você vai? Para que esta subindo essa montanha?- Moisés, com o olhar de alguém que sabe o que é estar no deserto, - a respondeu: Não estou subindo a montanha, estou subindo a Deus (Ex. 19:3 “ E Moisés subiu a Deus”). Deus ao ver a tenacidade (firmeza) no coração de Moisés, decidi sair ao seu encontro, se apressou a descer o monte, e desde o cume, a parte mais alta da dificuldade, Moisés escuta seu nome, Sim! Deus o chamou do monte.


Desde esse momento o monte já não representava um problema no caminho, Moisés havia convertido a montanha da dificuldade no seu lugar de encontro com Deus. Onde todos viram um terrível obstáculo, Moisés viu a uma oportunidade de sair ao encontro de seu Deus. Muitos acreditam, como se vê nos filmes, que Moisés já subiu ao monte porque já sabia que Deus estava ali o esperando, mas o relato é claro, o que Moisés faz é dar um passo de fé no meio do deserto, e sua fé converte a montanha num santuário onde Deus e seu filho se encontram.

Por isso, o que essa canção diz é certo. Às vezes precisamos de uma montanha, um deserto ou um mar de problemas para encontrarmos pessoal e intimamente com nosso Deus. Só existem duas opções, nos rendermos diante ao que está na frente e acomodar nossas barracas para acampar no meio do deserto, ou como Moisés, converter nosso deserto em um lugar de encontro profundo, transformador e esperançoso com o Deus da vida.

Eu farei à segunda. O deserto ao que meus desacertos me trouxe, a montanha que minhas debilidades construíram para fazer que eu desista no caminho, não será o lugar de minha sepultura, converterei o meu deserto no melhor lugar para encontrar-me com meu Senhor. Não só estou tratando de escalar minha montanha, estou subindo a Deus. 

Por colunista convidado José Luis Verdi Sulca.
Texto traduzido do original em espanhol.

Ouça a cancão “Sometimes it takes a mountain”: 

3 comentários:

  1. enfim, é ´preciso uma montanha ... texto lindo, e inspirador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouça a música "Montanha" da cantora Patricia Romania - https://youtu.be/ra85DMC_2Rk
      Você vai amar!

      Excluir
  2. Ouça a música "Montanha" da cantora Patricia Romania - https://youtu.be/ra85DMC_2Rk
    Você vai amar!

    ResponderExcluir

Curta nossa página no facebook

Chat Online

Siga-nos no Twitter

Cadastre seu email para Receber as Novidades:

Recentes

recentposts